Corpo encontrado dentro do veículo em Piçarras é de Joaquim Couto

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Uma angustia vinha tomando conta dos familiares e amigos que não conseguiam resposta do paradeiro do empresário e servidor público Joaquim Couto, de 55 anos.

Negão como era conhecido, saiu de casa para trabalhar no último dia 20 de janeiro e desapareceu. A última informação que os familiares tinham é que Joaquim foi visto em uma lanchonete na cidade de Balneário Piçarras.

Na manhã desta segunda-feira (22), um pescador que fazia mergulho aquático no rio Piçarras encontrou um veículo no fundo rio e acionou os bombeiros.

Com a retirada do veículo, um corpo foi encontrado dentro dele, e por volta das 12h, foi confirmado que o corpo era de Joaquim Couto. Uma investigação foi aberta para buscar saber o que houve, e como o veículo foi parar no fundo do rio.