Jorginho lavou a alma dos brasileiros ao chamar Renan Calheiros de ladrão

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
As palavras usadas pelo senador catarinense foram apoiadas na rede sociais - Foto: Divulgação.

Na CPI da vergonha, ops, da Covid, o senador catarinense Jorginho Mello (PL), foi notícia no Brasil ao protagonizar um bate boca com o senador Renan Calheiros (MDB-AL) na última quinta-feira (23).

O bate boca iniciou logo após Renan afirmar que há corrupção no governo Bolsonaro. Jorginho irritado, não concordou com as afirmações e um bate boca iniciou, na discussão Renan atacou ainda mais o presidente e o empresário Luciano Hang.

Jorginho não se acovardou e chamou Renan de “ladrão , picareta e corrupto”. O bate-boca quase foi para vias de fatos, mas senadores presentes apaziguaram o clima.

Renan responde 17 processos no STF, entre eles estão o da Lava Jato, no qual ele já foi réu e é acusado por corrupção e lavagem de dinheiro. Veja os processos completos com detalhes: Conheça o histórico do relator da CPI da Covid no STF

Assistam o vídeo: