Trabalhador que se negar ser vacinado poderá ser demitido por justa causa

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Com a chegada da vacina muitas especulações sobre a obrigatoriedade se levantou, e uma delas está dentro das empresas. Com o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), no mês de dezembro, a vacinação contra a Covid-19 pode ser obrigatória, mas não pode ser feita à força.

Nesse caso, brasileiros que não quiserem ser vacinados estarão sujeitos às sanções previstas em lei, como multa e impedimento de frequentar determinados lugares.

Empresas que adotarem a opção de vacinação de seus funcionários não poderão obriga-los, mas caso alguém rejeite, poderão ser punidos com advertências, suspensão e demissão por justa causa.