Quatro novos Caça da FAB irão passar por Navegantes, dois deles em Novembro deste ano

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
O primeiro caça Gripen é levado pela ruas de Navegantes até o aeroporto em 2020 (SAAB)

Saab já concluiu a montagem de dois novos caças Gripen E para a Força Aérea Brasileira e tem outras duas aeronaves sendo produzidas, revelou Mikael Franzén, vice-presidente de marketing e vendas, ao jornal Valor Econômico.

Os quatro caças serão enviados ao Brasil nos próximos meses em pares. Os dois primeiros aviões têm previsão de serem embarcados em um navio em novembro enquanto os outros dois devem chegar no início de 2022, segundo nota da Aeronáutica.

“A previsão é de que as quatro primeiras aeronaves de série Gripen E estejam com a fase de produção encerrada e sejam apresentadas à FAB em novembro deste ano, sendo que as duas primeiras serão embarcadas para o Brasil, em seguida, para início das atividades no Centro de Ensaios em Voo do Gripen, em Gavião Peixoto, onde pilotos de prova FAB, da Embraer e da Saab executarão ensaios em voo até que o certificado militar esteja pronto. As outras duas aeronaves devem ser embarcadas no primeiro semestre de 2022”, explicou a nota da FAB ao jornal.

A Força Aérea encomendou 36 caças Gripen E/F, dos quais parte será montada pela Embraer em Gavião Peixoto, interior de São Paulo. Os quatro novos aviões são da versão de um lugar que na FAB recebeu a designação F-39E.

Enquanto os Gripen são fabricados, a Saab, juntamente com a Embraer e a FAB, estão realizando treinamento de pilotos e a certificação da aeronave.

O primeiro caça F-39 foi entregue pela fabricante sueca há exato um ano. O jato supersônico chegou por navio ao porto de Navegantes (SC) no dia 20 de setembro e decolou da pista do Aeroporto da cidade quatro dias depois, com destino à Gavião Peixoto.

Desde então ele é usado em vários voos de testes visando obter capacidade operacional na FAB.

Fonte: Airway