Peixes e camarões são novamente jogados em um lixão no ES; internet se revolta

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Imagem/Divulgação.

No último dia 18 de agosto, uma carga de duas toneladas de camarão rosa da cidade de Penha foi jogada em um lixão na cidade de Bom Jesus do Norte, no Espirito Santo.

O produto foi descartado por estar sem o registro do Serviço de Inspeção Oficial e a fiscalização foi realizada pelo Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espirito Santo.

Até o Secretário Nacional da Pesca Jorge Seif se posicionou contrário a atitude dos fiscais, e ainda relembrou que existe uma lei federal IN04 de 2014, que permite a comercialização e circulação de obra-prima sem ter passado pelo serviço de inspeção.

Acontece que após toda essa polêmica, nesta terça-feira (01), foi realizado outra apreensão de quase 3 toneladas de peixes e camarões, sendo 1,6 tonelada de camarão cinza de cultivo produzido no Ceará, 1 tonelada de tilápia de cultivo produzida no MS, 200 quilos de corvina e 100 quilos de sardinha selvagens todos descartados no mesmo lixão de Bom Jesus do Norte.

O fato dos alimentos frescos estarem sendo jogados fora está gerando grande revolta nas redes sociais, ainda mais no momento delicado em que o atual país está passando.