Papa aprova união civil entre pessoas do mesmo sexo: ‘eles são filhos de Deus’

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

O Papa Francisco aprovou as uniões civis entre pessoas do mesmo sexo pela primeira vez como pontífice. O fato ocorreu quando ele foi entrevistado para o documentário “Francesco”, que estreou no Festival de Cinema de Roma nesta quarta-feira (21)

“Os homossexuais têm o direito de ter uma família. Eles são filhos de Deus”, disse Francisco em uma de suas entrevistas para o filme. “O que precisamos ter é uma lei de união civil, pois dessa maneira eles estarão legalmente protegidos.”

O papa já havia se manifestado contra a discriminação de gays. Após sua nomeação, em 2013, Francisco adotou um tom mais tolerante em relação aos homossexuais, lançando sua famosa frase “Quem sou eu para julgar?” e recebendo casais homossexuais em várias ocasiões no Vaticano.  

Desde que assumiu a cadeira papal, portanto, esta é a primeira vez em que o pontífice de 83 anos endossa publicamente a união civil homossexual.