Operação do MPSC contra a corrupção respinga em Navegantes

Empresários, servidores públicos e agentes políticos são investigados, segundo a Polícia Civil.
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Aconteceu nesta quinta-feira (24), a operação Sevial 2, deflagrada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). Foram cumpridos 120 mandados de busca e apressão. Os investigados são empresários, servidores públicos e agentes políticos.

A operação aconteceu nas cidade de Florianópolis, Navegantes, Itajaí,  Tubarão, Criciúma, Imbituba, Imaruí e Capivari de Baixo, além de Laguna.

Segundo a Polícia Civil, há indícios de superfaturamento em contratos feitos pela prefeitura de Laguna com empresários que prestam serviços na cidade. Algumas dessas obras e serviços não teriam sido feitas.

Os crimes investigados são de corrupção ativa e passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro e peculato. Todos os 13 vereadores da cidade de Laguna estão proibidos de acessar o prédio do Legislativo municipal.