Justiça mantém Roberto e Jonas impedidos de entrar na prefeitura de Navegantes

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

No último dia 16 de outubro, a Juíza de Direito Dra. Marta Regina Jahnel decidiu manter as medidas cautelares que proíbem Roberto Carlos de Souza, candidato a prefeito de Navegantes, e seu irmão Jonas Souza, candidato a vereador, de exercer cargo público e de frequentar a Prefeitura municipal de Navegantes.

Ambos são investigados na operação “Cidade Limpa”, desencadeada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), em novembro de 2019 que desmantelou uma organização criminosa que nos anos de 2015, 2016, 2017, 2018, 2019 e 2020 desviaram através de licitações na secretária de obras R$16 milhões.

Na mesma ação, teve o pedido de revogação de medidas cautelares ao acusado Sebastião Alves da Silva, vulgo Meio Kilo, que segue proibido de exercer função pública e frequentar o prédio da prefeitura.

A decisão da juíza é vista como uma derrota aos candidatos que caso sejam eleitos, não poderão assumir o mandato.