Já está valendo as novas medidas restritivas em Santa Catarina

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Passaram a valer a partir desta quinta-feira (24), o novo decreto que visa frear o avanço dos casos da Covid-19 em Santa Catarina. O documento estendeu o estado de calamidade pública em Santa Catarina até 30 de junho deste ano. 

A fiscalização será feita pelas Polícias Militar e Civil. Os municípios poderão estabelecer medidas específicas de enfrentamento mais restritivas. As restrições são as seguintes:

  • para casas noturnas e casas de espetáculos: proibição de funcionamento em todos os níveis de risco;
  • proibida venda e consumo de bebidas alcoólicas em postos de combustíveis e suas lojas de conveniência entre 0h e 6h em todos os níveis de risco;
  • para o transporte coletivo urbano municipal, intermunicipal e interestadual: redução do limite de funcionamento para 50% de passageiros sentados dentro do veículo, em todos os níveis de risco;
  • redução do limite de funcionamento para 25% de ocupação, em todos os níveis de risco: parques temáticos e zoológicos; cinemas e teatros; circos e museus; e igrejas e templos religiosos;
  • redução do limite de funcionamento para 25% de ocupação e limitação do horário de funcionamento somente entre 6h às 23h59,
  • em todos os níveis de risco: bares; eventos sociais e de qualquer natureza, inclusive os na modalidade drive-in; congressos, palestras e seminários, feiras, exposições e inaugurações;
  • limitação do horário de funcionamento somente entre 6h às 23h59, em todos os níveis de risco: academias e centros de treinamento; piscinas de uso coletivo, clubes sociais e esportivos e quadras esportivas, sendo proibidas essas atividades aos sábados e domingos; shopping centers e centros comerciais; e restaurantes, cafeterias, pizzarias, casas de chás, casas de sucos, lanchonetes, confeitarias, padarias e afins, limitada a entrada de novos clientes para até 23h;
  • funcionamento de agências bancárias, correspondentes bancários, lotéricas e cooperativas de crédito somente com atendimento individual. Deve haver controle de entrada e distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas;
  • utilização de faixas de areia de praias, parques, praças, jardins botânicos, balneários e demais espaços públicos somente sem aglomeração.

Ao todo, o estado tem 652.895 pessoas que se infectaram desde o início da pandemia, sendo que 7.114 delas morreram por causa de complicações da doença.

Nesta quarta, Santa Catarina atingiu a maior taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS) registrada em toda a pandemia: 91,18%. Esse número é relativo aos leitos de UTI-geral e UTI-Covid.