Homem de 28 anos é assassinado em Penha

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Imagem/Divulgação

Um assalto na noite desta quinta-feira (4), em uma residência no bairro de Armação do Itapocorói, em Penha, resultou na morte de um homem de 28 anos e de um bandido. O latrocínio (roubo seguido de morte) aconteceu por volta das 23h.

De acordo com a Polícia Militar, dois homens armados invadiram a residência e renderam um senhor e pediram dinheiro e alguns pertences. O enteado do idoso, conhecido como Dick Mafra, 28 anos, e a namorada, que estavam em um quarto nos fundos da casa, perceberam o assalto, trancaram o quarto e saíram pela janela.

O casal correu para o matagal nos fundos da casa e acionou a Polícia, mas os assaltantes os viram e renderam os dois, que foram levados para a sala da residência onde estava o proprietário. Na sala, o jovem foi alvejado por disparos de arma de fogo e morreu no local.

Conforme a polícia, as circunstâncias da morte ainda estão sendo apuradas e não é possível ainda dizer se houve tentativa de reação por parte das vítimas, uma vez que o senhor e a jovem estavam muito nervosos e não conseguiram relatar com precisão os fatos.

Quando chegaram na residência os policiais encontram um dos assaltantes morto no lado de fora da casa. Segundo o IGP, não foi encontrado no corpo perfurações de arma de fogo e ele pode ter morrido por causa natural. Com ele, estavam os pertences das vítimas, 200 reais e uma pistola, calibre 380.

Em seguida foi encontrado um moletom usado pelo outro assaltante que fugiu após o assalto. A roupa estava na rua, suja de sangue e com uma perfuração na altura da axila.

Mais tarde, um homem, vítima de disparo de arma de fogo, com uma perfuração na região da axila, deu entrada no Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí. A Polícia Militar foi acionada e os policiais constaram ser o segundo assaltante envolvido no latrocínio. Ele foi autuado em flagrante latrocínio.

As circunstâncias e detalhes do crime serão apuradas pela Polícia Civil. Ainda não se sabe se houve troca de tiros entre as vítimas e os assaltantes.