Havan em meio a pandemia vê seu faturamento fechar em R$10 bilhões em 2020

Comparado com 2019 foi um aumento de 30% nas vendas.
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Imagem/Divulgação

Apesar de 2020 ter sido um ano complicado para todos, o empresário Luciano Hang viu o faturamento de suas lojas fecharem em mais de R$10 bilhões, um aumento de 30%.  

Segundo a empresa, as medidas de destaque foram o controle dos custos operacionais, manutenção dos empregos e diversificação de meios de atendimento.

Os sinais positivos de recuperação das vendas ficaram evidentes no último trimestre do ano, em que a Havan teve 4% de crescimento nas mesmas lojas.

A companhia investiu ainda cerca de R$ 400 milhões na abertura de 12 novas lojas. E, também, na ampliação e automação do Centro de Distribuição, em Barra Velha, onde são abastecidas todas as lojas da rede.

Com isso a empresa fechou o ano com 153 lojas presentes em 17 estados e um quadro de 20 mil colaboradores. Estando pelo segundo ano consecutivo no ranking Great Place to Work (GPTW).

Mais de 20 lojas em 2021:

Em 2021, a rede varejista planeja faturar cerca de R$ 16 bilhões, prevendo a abertura de 20 novas megalojas, com investimento aproximado de R$ 400 milhões e geração de 3 mil novos postos de trabalho. Até 2022, o projeto da expansão da Havan prevê a presença da varejista em todos os estados, para isso, pelo menos outros 60 destinos já estão no radar da companhia.