Em Navegantes Emílio torra mais de R$180 mil em contêineres sem utilização

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Os quiosques foram implementados em 2018 - Foto: Divulgação.

Em Navegantes o governo Emílio Vieira (PP), gastou mais de R$180 mil na aquisição de três contêineres que seriam utilizados como quiosque; um fica localizado no Centro de Navegantes, outro no bairro Meia Praia e o terceiro no bairro Gravatá.

Acontece que desde 2018 quando na época ainda o secretário de turismo era Sérgio Schutz o responsável pela pasta, chegou acontecer uma licitação dos quiosques, mas teve que ser suspenso pelo fato do Plano Diretor de 2008 não permitir comércio no lado direto da praia.

Quando os quiosques foram implementados, estava para ser aprovado o novo Plano Diretor, porém, foi rejeitado por conta de alterações irregulares realizadas.

Depois que se passou um ano dos quiosques se deteriorando na praia, o atual secretário de Turismo afirmou que os contêineres serão transformados em posto de informação turístico.

Essa não é a primeira vez que o governo Emílio Vieira torra dinheiro público; em um outro caso que ganhou repercussão foi o pagamento de um ano inteiro de aluguel que custava R$10 mil em um imóvel no bairro Machados sem utilização, e ainda teve que bancar a reforma do local que custou mais de R$150 mil, totalizando um prejuízo aos cofres públicos de mais de R$250 mil.