Em Navegantes, Adriana é flagrada tomando café quando deveria estar em seu cargo efetivo

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Vereadora Adriana Macarini (PL), é flagrada tomando café no horário no qual deveria estar no seu cargo efetivo - Foto: Divulgação.

Na última terça-feira (17), a vereadora e presidente da Câmara Municipal de Navegantes, Adriana Luz Macarini (PL), que hoje cumpri o cargo efetiva de supervisora em uma escola municipal das 7h30 até 11h30, foi flagrada às 9h da manhã tomando café no centro da cidade, justamente no horário no qual deveria estar dentro da sala de aula.

O cargo de supervisora com todos os acréscimos somados passa dos R$6 mil, com o salário de vereadora e presidente da câmara, Adriana recebe mensalmente a bagatela que ultrapassa os R$20 mil por mês.

O ponto em que a vereadora assina na escola é a caneta de forma atrasada e facilmente de ser manipulado, sendo que a maioria dos servidores do município registram seu ponto de forma digital.

Entramos em contato com Adriana pelo WhatsApp, mas ela não respondeu nosso questionamento e ainda bloqueou nosso contato. Nossa intenção era confirmar se ela iria até o hospital de Navegantes.

O vídeo gravado da vereadora tomando café será anexado em um processo em que Adriana responde na justiça. O caso vem ganhando grande repercussão, pois em seu Artigo 118 do Estatuto do Servidor, é vedado o acumulo de cargos públicos.

Vejam o vídeo: