Autora do assassinato da gestante em Canelinha conta à polícia como cometeu o crime

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Imagem/Divulgação

A brutalidade no assassinato da gestante Flavia Godinho Mafra encontrada morta na manhã desta sexta-feira (28), em uma cerâmica desativada na cidade de Canelinha está repercutindo nacionalmente, isso porque a principal autora do homicídio foi sua própria amiga.

De acordo com as informações divulgadas pela polícia, a autora do crime desferiu golpes de tijoladas para desmaiar a vítima e com um estilete cortou a barriga de Flavia, retirando o bebê.

O estilete usado para o crime foi encontrado ainda no local; Rozalba e seu companheiro foram presos, porém, ele negou que teria participação do crime.

Rozalba confessou que ela estava grávida mas que havia perdido seu bebê há 3 meses, e sem contar nada a ninguém, planejou matar Flavia para poder ficar com o bebê.

A filha de Flavia teve diversos cortes no corpo por conta do estilete que foi usado para realizar a retirada do bebe da barriga.