Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Servidores que foram contemplados com a VPNI não estão participando da Greve

Os marajás que ganham salários altíssimos por conta da Vantagem Pessoal Nominalmente Identificável (VPNI) não estão participando das greves dos servidores municipais. Isso porque a lei sancionada em 2014 garante uma bela incorporação aos servidores efetivos que ocuparem qualquer cargo no primeiro escalão da prefeitura municipal de Navegantes.

– A lei municipal de Nº220 de 2014 especifica que o servidor terá uma incorporação a cada 12 meses trabalhado de 1/5 do salário de cargo comissionado, podendo chegar até 100% do valor.

– A ex-secretária da educação Regina Celia Correa ocupou por apenas 10 meses o comando da pasta e teve uma incorporação de duas VPNI, um acréscimo no seu salário de R$4.000,00 (quatro mil reais). Outra secretária da mesma pasta que teve o mesmo benefício foi a professora Nerozilda Pinheiro que recebe o mesmo valor. Além desses nomes citados, existem outros que tiveram um acréscimo por conta dessa generosa lei.

Polêmica

Em 2014 essa lei repercutiu negativamente, onde um concurso público especifico foi criado para favorecer os servidores do primeiro escalão. Tinha secretário fazendo concurso para gari para poder se beneficiar da lei.

– O concurso público foi suspenso, mas a lei continuou a favorecer o mesmo grupo político que vem no comando da prefeitura de Navegantes há 10 anos.