Vereador Liço da chilique na Central de Triagem querendo atendimento privilegiado

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Nesta quarta-feira (30), o vereador Alício Jacob Ricobom Filho (PSD), apareceu na Central de Triagem montada no ginásio de esporte Prefeito Domingos Angelino Regis, exigindo que ele e sua família fossem passados na frente e que realizassem os exames para a Covid-19.

Hoje na cidade um cidadão comum leva em média 14 dias para que seja realizado seu teste. Porém, um vereador que recebe um salário que passa dos R$10 mil por mês tem muito bem condições de pagar um teste particular, mas por fazer parte de um cargo público acha que tem privilégios.

De acordo com relatos, o vereador não apresentava os sintomas e o médico por bem achou que não havia necessidade de realizar o exame naquele momento; a decisão do médico incomodou o vereador que teria “exigido a realização do teste”.

Apesar do reboliço, essa não foi a primeira vez que políticos da cidade usaram da sua influência para ter um atendimento privilegiado. No dia 30 de abril após Solange Sutil, chefe de gabinete do prefeito Emílio Vieira testar positivo para o novo coronavírus, teria determinado que fossem levados todos os seus familiares até a Central de Triagem para a realização dos exames, até seu marido que mora em Itajaí realizou o teste.

A prefeitura de Navegantes lançou uma nota por conta da situação que o vereador causou, alegando não haver interferência política nos atendimentos para a realização dos exames, mas isso é claramente uma mentira, qualquer pessoa pode notar que dependendo de quem seja, obtêm sim privilégios.

Essa situação mostra como os papeis estão invertidos, pois políticos são eleitos para servir a população e não ao contrário. Liço pertence ao grupo que visa voltar ao poder e tem o ex-prefeito Bob Carlos como mentor, o mesmo que está até o pescoço enrolado com a justiça por envolvimento em corrupção.