Turma que vendiam carne podre vão pegar 80 anos de prisão

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
A churrascaria que comprava a carne podre ficava às margens da BR-101, em Itajaí - Foto: Divulgação.

Em janeiro de 2021, foi deflagrada pela Polícia Civil, a operação El Patron, que desmantelou uma rede criminosa que vendia carne podre para restaurantes da região do Vale do Itajaí.

Na época foi descoberto que os funcionários de uma empresa responsável pela coleta de carnes vencidas, restos de carne bovina, suína e de frangos, desviavam carne pobre e revendiam.

800 quilos de carne imprópria para consumo humano foram aprendidos. A churrascaria Galpão Gaúcho era um dos estabelecimentos que comprava carne estragada e servia aos clientes, o local foi interditado e o dono, Delcir Antônio da Silva, preso em flagrante.

Dos 11 indiciados pela justiça, 10 foram condenados, Delcir, dono do restaurante terá que ficar 11 anos de preso. No total, as condenações somadas passam dos 80 anos. A decisão foi proferida no dia 17 janeiro e cabe recurso.