Tem que cortar os cargos comissionados e colocar equipe técnica na SESAN, afirma o Promotor

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Na última segunda-feira, (25), aconteceu na câmara municipal de Navegantes a Audiência Pública sobre o abastecimento de água na cidade. Estavam presentes na sessão o promotor de justiça Marcio Gai Veiga, representantes da Semasa e Águas de Penha, além do secretário da Sesan.

Apenas 4 dos 10 vereadores de Navegantes compareceram na audiência que durou cerca de 3 horas. O debate contou com a participação de municípes que ao serem ouvidos relataram os problemas sofridos por conta do desabastecimento de água no município.

A fala do promotor de justiça Marcio Gai Veiga foi o ponto alto da noite. Em sua fala o promotor relatou que um dos fatores principais de haver tantos problemas na cidade é falta de qualificação técnica no município. Na SESAN existem 10 cargos comissionados, esses cargos acabam impedindo a contratação de uma equipe técnica eficiente para lidar com o problema do abastecimento de água em navegantes, fato classificado como inadmissível pelo promotor: “é inadmissível que não tenha um corpo técnico”, disse Marcio Gai Veiga.

O promotor ainda falou sobre o TAC assinado em 2013 onde a SESAN  assumiu varias obrigações que até o momento não foram cumpridas, por conta disso o município poderá novamente ser multado, se isso acontecer é mais uma conta que vai sair do bolso do cidadão navegantino que paga frequentemente pela incapacidade técnico-administrativa do governo municipal.