Sem o apoio de Bolsonaro, Moisés lança sua pré-candidatura à reeleição em SC

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Eleito governador de Santa Catarina em 2018 na onda Bolsonaro, Carlos Moisés conseguiu perder o apoio do eleitorado bolsonarista e do presidente.

Como governador, escândalos marcaram o seu governo e por duas vezes quase perdeu o mandato de governador. Em uma delas, foi foi por conta da compra fantasma de respiradores no valor de R$33 milhões.  

Com a pandemia da Covid-19, Moisés fechou comércio e impediu a circulação das pessoas, prejudicando a economia no Estado, além de supostamente fazer parte de um conluio de governadores que buscavam derrubar o governo Bolsonaro, que tinha como mentor o ex-governador de São Paulo, João Doria.

Sozinho, Moisés acabou tomando medidas com a intenção de se destacar e conseguir o apoio de prefeitos para que viessem dar o suporte em sua campanha a reeleição.

Sua estratégia tem dado certo, os apoios de diversos prefeitos vieram após a implantação do Plano 1.000, no qual ele destina a bagatela de mil reais para cada habitante dos municípios.

Neste sábado (02), em São José na Grande Florianópolis, Moisés lançou a sua pré-candidatura a reeleição ao governo de Santa Catarina.