Sem acordo, os 700 servidores irão continuar com a greve em Navegantes

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Sem acordo, a greve dos servidores municipais irá continuar em Navegantes. Segundo o sindicato, o prefeito não tem demonstrado interesse de negociar com os servidores. A última proposta apresentada foi rejeitada, nela estava o reajuste de 100% do vale alimentação, bem como o reajuste no auxílio-escolar, com bolsa de R$ 200 pra pós-graduação e R$ 350 pra mestrado e doutorado, além de entregar em junho o novo estatuto dos servidores para o sindicato analisar.

Mas em contra partida o prefeito iria descontar dos servidores os dias parados, situação que desagradou os grevistas e por unanimidade rejeitaram a proposta do poder público municipal na última sexta-feira (29). A greve teve inicio no dia 13 de março, e vai para seu 20º dia.

O sindicato alega que na última quinta-feira (28), o prefeito teria marcado uma reunião com a comissão de grevistas, mas deixaram eles esperando e não os atenderam. Enquanto esse entrave não se resolver, os 700 servidores irão continuar com os braços cruzados em frente a via portuária de Navegantes.