Procuradora do MP desmente Rede Globo e afirma que o porteiro mentiu em depoimento

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

A procuradora Simone Sibilio do Ministério Público, chefe do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO), veio a público afirmar que o porteiro do condomínio mentiu em depoimento à Polícia Civil.

Segundo Simone, quem autorizou a entrada de Élcio Queiroz no condomínio do presidente foi Ronnie Lessa, suspeito de ter feito os disparos que mataram Marielle e Anderson.

O assunto veio a público após matéria tendenciosa do Jornal Nacional aonde tentou relacionar o nome do presidente Bolsonaro na morte da vereadora do (PSOL) Marielle Franco, e de seu motorista.