Patrimônio público de Penha é encontrado jogado na Navetran

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Em denúncia feita ao Ministério Público de santa Catarina (MPSC), nos municípios de Balneário Piçarras e Navegantes, foi apontado um possível crime de desvio de patrimônio público.

Uma cama hospitalar de ferro regulável que custa nos dias de hoje no mercado aproximadamente R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) com placa do patrimônio de Penha sob Nº 003134, foi encontrada no meio das tintas utilizadas para sinalizar as ruas do município de Navegantes no interior da secretaria de Segurança Pública.

Imagem/Divulgação

O fato é no mínimo passível de uma boa explicação, o que estaria fazendo uma cama hospitalar de Penha, que segundo o Diretor de patrimônio da cidade estaria em pleno uso no Pronto Atendimento 24h em outra cidade?

Segundo gravação telefônica feita pelo repórter do portal Virium, nosso parceiro, não existem documentos que comprovem a cessão, doação ou compra do patrimônio de Penha.
Paira no ar uma suspeição, que deveria ser esclarecida pelo secretário de Segurança de Navegantes Johnny Eurico Coelho, pois o mesmo foi Comandante do Bombeiros Voluntários de Penha e até hoje tem um vínculo no local.

Nossa equipe se aprofundou em busca de respostas para denúncia e entrou em contato com o assessor direto do prefeito Aquiles Costa de Penha, segundo ele, poderia ter havido uma cessão do patrimônio feita pelo ex-prefeito Evandro, todavia, não foi encontrado até o momento nenhum documento que comprove a referida cessão.

O assessor ainda afirmou, que foi instaurado um processo administrativo para identificar eventual desvio de conduta, e saber como a cama foi parar em Navegantes.

Enquanto isso, o patrimônio de Penha permanece jogado dentro da Navetran sem nenhuma utilidade.

Nota da redação:

Por que Aquiles da Costa ainda não deu um soco em cima da mesa e perguntou o que é que patrimônio de Penha está fazendo em Navegantes? Porque ainda não foi devolvido nesses mais de 30 meses de mandato? Por menor que possa ser o patrimônio, é da cidade de Penha e não pode ser distribuído, Aquiles tem obrigação de lutar por isso.