Pai gravado agredindo as filhas presta depoimento e sai pela porta da frente

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

O pai que gravou o vídeo agredindo suas filhas se apresentou na delegacia da Polícia Civil na tarde desta quarta-feira (27). Em afirmou em interrogatório que só falaria sobre o incidente em juízo e foi liberado.

A motivação das agressões foi saber que sua enteada que estaria gravida pela segunda vez, o delgado que está à frente das investigações afirmou que será formulado inquérito que será encaminhado ao Poder Judiciário. Ele poderá ser acusado por crime de tortura e lesão corporal, segundo Romildo. Em 2014, ele já havia respondido por uma acusação de ameaçar à então esposa.