Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Pacientes são hostilizados por funcionários do ferry em Navegantes

Pacientes, incluindo oncológicos e cardíacos, têm cirurgias atrasadas devido a incidente na travessia entre Navegantes e Itajaí.

O Ferry Boat que faz a travessia entre Navegantes e Itajaí foi cenário de mais uma confusão, gerando transtornos para um grupo de pacientes oncológicos e cardíaco, que estavam a caminho do Hospital Marieta Konder em Itajaí para procedimentos cirúrgicos previamente agendados.

O incidente ocorreu quando um veículo destinado ao transporte desses pacientes, fornecido pela prefeitura, tentou atravessar, mas foi impedido por um funcionário da NGI Sul, responsável pela operação do ferry. O desentendimento resultou em um bate-boca, onde o funcionário, em um tom exaltado, recusou o acesso, ignorando os motivos urgentes dos passageiros.

Um dos pacientes, uma idosa que tinha uma cirurgia marcada, tentou explicar a situação, mas foi recebida com hostilidade. O funcionário chegou a proferir palavras agressivas, dizendo: “Nós fazemos de tudo por vocês, porra!”, deixando os pacientes perplexos diante da falta de empatia e compreensão.

Em um momento de maior tensão, o funcionário afirmou ser “amigo do prefeito”, em uma tentativa de intimidar os pacientes e justificar sua atitude. A situação gerou indignação entre os presentes, que esperavam uma postura mais colaborativa e sensível diante das circunstâncias delicadas dos pacientes.

Após ocorrido, os pacientes enfim conseguiram atravessar, mas chegaram atrasados no hospital.