Operação do GAECO em Navegantes respinga até no Corpo de Bombeiros Militar

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Nesta quinta-feira, o Ministério Público do Estado de Santa Catarina, da Comarca da Capital e 4ª Promotoria de Justiça da Comarca de Navegantes, com o apoio do GAECO de Itajaí, deflagrou a operação “Sistema Vital”, a qual visa a desarticular um esquema de corrupção instalado dentro do Corpo de Bombeiros de Navegantes por meio dos Bombeiros responsáveis pelos projetos preventivos contra incêndio.

O Procedimento de Investigação Criminal – PIC teve início na 5ª PJ da Capital que, com apoio do GAECO de Itajaí, desencadeou investigações no intuito de descobrir o esquema criminoso.

A partir dos dados coletados, descobriu-se o envolvimento de dois Bombeiros Militares também com participação de empresários e arquitetos da região, os quais tinham facilitada a tramitação dos seus projetos preventivos.

Em sendo constatado o envolvimento de civis, a 5ª PJ solicitou e teve deferido judicialmente pelo Juízo Militar, o compartilhamento das provas com a 4ª Promotoria de Justiça de Navegantes, seguindo-se as investigações no intuito de desarticular o grupo criminoso.

O nome da operação, “Sistema Vital”, foi dado em referência à importância dos sistemas vitais de proteção contra incêndios nas edificações que eram objeto de negociação por parte de agentes públicos com terceiros envolvidos.

Foram cumpridos 6 (seis) mandados de prisão e 11 (onze) de busca e apreensão.