Navegantes não tem Hidroxicloroquina por conta do prefeito discordar do Bolsonaro

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Imagem/Divulgação

Em Navegantes os moradores que apresentarem os sintomas da Covid-19 na cidade, são medicados com paracetamol ou azitromicina, e o medicamento hidroxicloroquina não é receitado por conta de não ter em nenhum estoque na cidade.

De acordo com relatos recebidos, a hidroxicloroquina não tem em estoque por conta do prefeito Emílio vieira (PP) não aceitar que o medicamento seja defendido pelo presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido).

A hidroxicloroquina não tem comprovação cientifica contra a Covid-19, mas um estudo do Sistema de Saúde Henry Ford, em Detroit, Michigan, apresentou resultados positivos com o uso de hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com Covid-19. A pesquisa mostrou que o grupo que utilizou a droga teve a taxa de mortalidade reduzida pela metade.

Em contato com a prefeitura de Navegantes, fomos informados que o prefeito não interfere na conduta médica, mas não informou o motivo do medicamento não ter em estoque na cidade.

Navegantes já registrou 36 mortes em decorrência da doença, e o número de infectados passaram de 2 mil.