Namorado afirma que o tiro que matou Gabriella foi acidental

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

A morte da jovem Gabriella Custódio da Silva, 20 anos ganhou grande repercussão na região. O fato aconteceu nesta terça-feira (23), no distrito de Pirabeiraba, em Joinville.
O suspeito de matar a jovem é o próprio namorado, ele se apresentou na tarde desta quinta-feira (25), às 16h. O depoimento de Leonardo Nathan Chaves Martins de 21 anos durou em torno de três horas.

Leiam também:

Em depoimento, Leonardo argumentou que o tiro foi acidental e que teria acontecido enquanto mostrava para Gabriella a arma que o pai havia comprado. O suspeito não levou a arma do crime à delegacia. “Ele falou que na fuga dispensaram a arma no rio, indo para São Francisco do Sul”, disse o delegado.

Após o depoimento, Leonardo saiu em liberdade da Delegacia de Homicídios de Joinville. A Polícia Civil segue investigando o caso e vai decidir se pede a prisão preventiva de Leonardo.

Gabriella foi enterrada no Cemitério São João, no bairro Armação em Penha, na manhã desta quinta-feira (25).

Imagem/Kleber Pizzamiglio.