MPSC determina que seja restabelecida a água em Navegantes

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Uma multa de R$20 mil foi estabelecida caso não seja cumprida a decisão - Foto: Divulgação

O MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) emitiu uma tutela de urgência nesta terça-feira (4) para o reestabelecimento imediato do abastecimento de água no bairro Gravatá, em Navegantes. Segundo o órgão, moradores estão sem abastecimento desde o dia 24 de dezembro de 2021.

O abastecimento de água no bairro tem acontecido principalmente à noite, porém, segundo moradores, não é suficiente para encher as caixas d’água.

Evanir da Silva é moradora do bairro há mais de 10 anos, e conta que o problema é comum durante o verão. “Este ano está sendo o pior de todos, estamos sem água na rede, sem uma gota, desde o dia 22 de dezembro”, lamenta.

O MPSC requereu à SESAN (Secretaria de Saneamento Básico de Navegantes) que comprove o reestabelecimento do abastecimento de água, e que continue com a distribuição regular até, no mínimo, março deste ano.

A prefeitura ainda deve emitir relatórios semanais ao MPSC informando qualquer eventual falta de água. Em caso de descumprimento das medidas, o município pode ser multado em R$ 20 mil.

O que diz a prefeitura

Por meio da assessoria de imprensa, a prefeitura informou que todos os esforços estão focados no reestabelecimento do sistema de água. Mais de 7 milhões de litros foram enviados para o Gravatá nas últimas 24h, e caixas d’água foram instaladas nos bairros Gravatá e Meia Praia à disposição da população.

“A equipe da Sesan está acompanhando e nesta madrugada a água já começou a chegar em alguns locais que estavam com baixa pressão”, informou.

Fonte: NDMAIS