Motorista da Uber nega levar deficientes visuais por conta do cão-guia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

O fato que ocorreu em Itajaí está repercutindo na rede social, isso porque um motorista da Uber se recusou a levar dois deficientes visuais em seu veículo.

A atitude do motorista revoltou quem viu o vídeo do ocorrido. O fato aconteceu em Itajaí no bairro São Judas por volta das 18h da noite da última sexta-feira (13).

Fabeni relatou ao portal que estava saindo de ADVIR (Associação de Deficientes Visuais de Itajaí Região) e então chamaram um motorista pelo aplicativo Uber, ao entrar no automóvel com seu cão-guia, o motorista ficou irritado e teria cancelado a corrida já com Fabeni dentro do automóvel, e por conta disso uma discussão se iniciou no local, outras pessoas presentes se revoltaram com a atitude do motorista e acionaram a PM.

Jairton Fabeni Domingos e Ângelo Matias. Imagem/Rede social

Toda essa situação aconteceu por conta dos cães-guias, onde o motorista falou que seu carro não era canil e por isso não iria realizar a corrida.

Com a chegada da polícia, foi registrado um boletim de ocorrência contra o motorista, que assinou um termo circunstanciado e foi liberado.

Fabeni que reside em Navegantes só voltou para casa após a terceira tentativa, mesmo após o ocorrido, o segundo motorista ao ver que se tratava de deficientes visuais também cancelou a corrida.

O caso vai parar na justiça, Fabeni entrará com um processo contra a Uber e irá solicitar que o motorista pague trabalho comunitário na (Adevir).

A Uber se manifestou sobre o ocorrido e afirmou que ao ter ciência do episódio fez questão de desativar os motoristas citados.

Fabeni lembrou que existe a Lei Federal 11.126, onde assegura que o cão-guia tem o direito de ingressar e de permanecer em todos os meios de transporte e lamenta o episódio, “é um direito nosso e isso tem que ser respeitado” declarou.

MOTORISTA DA UBER NEGA LEVAR PASSAGEIROS DEFICIENTES VISUAIS POR CONTA DO CÃO-GUIA

MOTORISTA DA UBER NEGA LEVAR PASSAGEIROS DEFICIENTES VISUAIS POR CONTA DO CÃO-GUIAUma confusão aconteceu em Itajaí com um morador navegantino, Fabene é deficiente visual e teria chamado um motorista por aplicativo, foi quando o motorista chegou e por conta do cão guia teria se negado fazer a corrida.Matéria completa: http://bit.ly/32tRn6s

Posted by Abre Olho Notícias on Sunday, July 14, 2019