Ministros do STF acabam com o grito de “Lula Livre” após votar contra a prisão em segunda instância

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Na noite desta quinta-feira (07), o Ministro Supremo Tribunal Federal, Dias Tofolli, deu o voto de minerva que garantiu a soltura do ex-presidente preso Luís Inácio Lula da Silva.

Com isso acaba o grito “Lula Livre”, usado pelos apoiadores do ex-presidente. Lula está preso desde abril de 2018, após ser condenado no caso do triplex há mais de 12 anos pelo juiz Sérgio Moro, no dia 12 julho de 2017.