Mãe quebra a perna da filha de 3 anos por ela não dar descarga

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Imagem/Divulgação

O fato aconteceu na cidade de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina e a mãe de 21 anos está sendo investigada por tortura contra sua própria filha.

A mãe em interrogação negou que teria agredido a filha e contou que a pequena caiu da escada. O médico legista indicou que a garota foi agredida, pois não apresentava ferimentos característicos de um acidente, como escoriações nas mãos, joelhos e cotovelos.

“A menina também foi entrevistada por uma psicóloga policial, com a utilização de técnicas específicas para a idade, e ela acabou relatando que havia sido agredida pela sua mãe. E que a própria mãe teria instruído ela a relatar que havia caído de uma escada para ocultar a ocorrência deste crime”, explicou Vieira.

Segundos os investigadores, a mãe teria torturado a filha por ela ter dificuldades para acionar a descarga do vaso sanitário. Mesmo com febre, uma das pernas quebradas, inchaço e muita dor, a criança foi mantida em casa pela mãe por sete dias, sem qualquer tipo de atendimento médico, justamente para esconder as agressões.

A menina só foi levada para o hospital após uma vizinha desconfiar do sumiço da garota, que sempre brincava no quintal de casa. A moradora foi até a residência e descobriu a situação crítica dela. Depois disso, a mãe levou a filha para atendimento médico.