JUSTIÇA PORCA: Lula foi solto sem provar sua inocência

Imagem/Divulgação

Apesar do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), não conseguir usar argumentos contundentes para ter sua liberdade concedida pela justiça, Lula só foi ser solto após a alteração da prisão em 2º instância feita pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Isso mostrou que é mais fácil no Brasil alterar uma lei, do que um condenado na 3º instância na justiça provar a sua inocência nos esquemas expostos na Operação Lava Jato.

Comentários