Jornalista, Políticos e advogados poderão portar arma de fogo no país

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Jair Messias Bolsonaro assinou o decreto que flexibiliza o porte de arma no país. O decreto foi assinado em uma cerimônia no Palácio do Planalto nesta terça-feira (07). Em janeiro o presidente havia facilitado o posse de arma nas residências, com essa nova regra além da posse agora poderão portar a arma de fogo.

Segundo a nova definição estabelecida pelo governo, armas de fogo classificadas como “curtas” e que usem munição comum, como as pistolas .40, .45 e 9mm podem ser compradas e carregadas por todos os cidadãos com porte.

Em seus 28 anos de Deputado Federal, Bolsonaro sempre se mostrou contra o estatuto desarmamento. Em campanha eleitoral ele afirmou que se fosse eleito iria flexibilizar a posse e o porte arma no país.

  • Veja quem está autorizado a transportar armas fora de casa: Políticos em exercícios de seus mandatos, advogados, oficiais da justiça, caminhoneiros, colecionadores ou caçadores com certificado, donos de lojas de armas ou escolas de tiros, residentes de área rural, agentes de trânsitos, conselheiro tutelar, jornalistas de cobertura policiais, instrutores de tiros ou armeiro, colecionadores ou caçadores, agente públicos da área de segurança pública, mesmo que inativo, entre outros.