Ferry não estaria respeitando a lei de passagem gratuita para pessoas com deficiência

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

O portal Abre Olho Notícias recebeu relatos de moradores de Navegantes com deficiência de locomoção que estão tendo seu direito violado pela empresa que realiza a travessia pluvial entre Navegantes e Itajaí.

De acordo com as informações recebidas, a empresa NGI Sul responsável pela travessia estaria liberando apenas seis passes por semana para Pessoas Com Deficiência (PCD), e a situação complicou ainda mais, pois agora para conseguir atravessar gratuitamente eles estão tendo que solicitar a autorização para a direção da empresa.

Essa postura de limitação imposta pela NGI SUL vai contra a lei estadual 17.292 em seu Artigo 113 que garante a gratuidade da travessia até para o acompanhante caso seja necessário, essa gratuidade não serve apenas para pedestre, mas também para carro, moto ou bicicleta.

Em contato com Paulo Henrique, ele relatou que vinha sendo liberado os passes, mas após descobrirem que pessoas vinham vendendo tomou a decisão de solicitar a identificação e só liberar mediante a apresentação do laudo médico.