Falar a verdade de um político corrupto não é falar mal

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Imagem/Divulgação

Já iniciou as eleições municipais de 2020, e em Navegantes está dando o que falar, com um número histórico de candidatos a prefeito na cidade essa eleição promete pegar fogo.

Porém, tem pessoas confundindo “falar a verdade” com “falar mal”, sobe determinado candidato. Nesse caso usamos como exemplo Roberto Carlos de Souza (PSD), que é hoje candidato a prefeito na cidade de Navegantes e o mesmo preso em uma operação deflagada pelo MPSC, com apoio do Gaeco, onde uma quadrilha com a participação de agentes políticos e empresário desviaram dos cofres públicos municipais entre 2015 a 2020 R$16 milhões.

O caso ganhou grande repercussão, mas não seria o primeiro escândalo na gestão do candidato que por oito anos governou a cidade de Navegantes.

Ao relembrar esses fatos muitos apoiadores usam a desculpa que “não deveria falar mal do candidato”. É lamentável que encontramos pessoas apoiando políticos com nomes manchados pela corrupção.

O corrupto julga ser um salvador, mas não passa de alguém que precisa apenas “jogar o jogo”, usando da ignorância das pessoas para chegar ao poder novamente.

O salário que um prefeito ganha em UM mês, um trabalhador de emprego comum não ganha em um ano, então não podemos aceitar que entre para roubar. Não caiam na conversa de um corrupto, pois a corrupção mata, e você pode ser a próxima vítima.