Está sendo investigado o caso de uma criança de Itajaí com hepatite grave

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

O primeiro caso suspeito de hepatite aguda infantil “misteriosa” esta em analise desde a ultima sexta feira (06), após uma criança de 7 anos, ter dado entrada no Hospital Pequeno Anjo em Itajaí na última quarta-feira (4).

O pequeno apresentava quadro de hepatite aguda, inflamação do fígado, caracterizado por icterícia que é pele e olhos amarelados, náuseas, vômitos, diarreia e dor abdominal. No hospital foi constatado por meio de exame laboratorial o aumento das transaminases (enzimas hepáticas). A criança recebeu atendimento adequado, tendo recebido alta hospitalar por apresentar bom estado geral e exames laboratoriais em melhora, para acompanhamento ambulatorial.

O hospital seguiu o fluxo estabelecido na Nota de Alerta nº 07/2022 – CIEVS/DIVE/LACEN/SUV/SES/SC.A SES mantém a investigação do caso, em conjunto com o município de Itajaí e o Hospital Pequeno Anjo, com apoio do Laboratório Central de Santa Catarina (LACEN-SC) para a realização dos exames laboratoriais necessários à elucidação do caso.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) emitiu em abril de 2022, um alerta sobre esse tipo de hepatite, que está atingindo crianças e adolescentes. Na última quarta-feira, a organização informou que 228 casos foram registrados em ao menos 20 países, principalmente na Europa.

O que é hepatite? A hepatite é uma inflamação do fígado que pode ter diversas causas, desde infecções virais até consumo excessivo de álcool, alguns medicamentos e substâncias tóxicas. Os principais vírus que causam hepatite são A, B, C, D e E. Há ainda as hepatites autoimunes, que são doenças crônicas em que o próprio sistema imunológico do indivíduo ataca as células do fígado, causando inflamação e alteração da função do órgão.

Hepatite de etiologia desconhecida em crianças

A hepatite súbita e grave em crianças saudáveis é considerada incomum, segundo a Dive. Tanto que ela não está relacionada a qualquer um dos tipos comumente causadores da doença.

É importante que os pais e responsáveis fiquem atentos aos sintomas característicos de hepatite aguda nas crianças, como vômitos, diarreias, náuseas, dor abdominal e pele e olhos amarelados. Se houver qualquer suspeita, elas devem ser imediatamente levadas a um serviço de saúde para que possam ser avaliadas e tratadas de forma adequada.

Via: G1-SC