Empréstimo milionário para túnel entre Navegantes e Itajaí tem aprovação inicial

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Imagem inicial do túnel entre Navegantes e Itajaí - Foto: Divulgação.

Não é conto da carochinha, o projeto para empréstimo que pode custear parte da obra do túnel que ligará Navegantes e Itajaí tem aprovação inicial.

A bagatela de US$ 30 milhões, trazendo para valores reais na moeda brasileira, o valo será R$ 516 milhões, outros R$ 172 milhões serão de contrapartida do financiamento, devendo ser amortizados em 25 anos.

No total, o investimentos públicos, serão 120 milhões de dólares, ou seja, mais de R$ 688 milhões. Outra parte do projeto, mais de US$ 240 milhões (mais de R$ 1,3 bilhões) serão provenientes de investimentos privados.

O empréstimo, será capitaneado pelo BIRD (Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento). O prefeito Emerson Stein, Presidente do CIM-AMFRI, esteve reunido com os prefeitos de Navegantes, Balneário Camboriú e Itajaí para alinhar os próximos passos.

O projeto é composto de três elementos principais: o Sistema de Transporte Coletivo Regional (STCR/AMFRI), o túnel submerso entre Itajaí e Navegantes e a Mobilidade Ativa na Orla Central de Balneário Camboriú.

Aprovação:

Para que o financiamento ocorra vai depender da aprovação dos legislativos dos municípios de Itajaí, Navegantes e Balneário Camboriú, além do Senado Federal. Está previsto que isso ocorra em janeiro de 2022, assim como os projetos definitivos das obras, modelagem jurídica da concessão e estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental.

Tarifas:

Estudos prévios já apontam uma tarifa entre R$ 5 e R$ 10 para o transporte coletivo regional, dependendo do número de integrações. O acesso ao túnel também dependeria de um pedágio, que poderia variar entre R$ 4,50 e R$ 10, dependendo do veículo.