Em Navegantes bebê é salva por policiais após ter uma crise convulsiva

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Na madrugada da última sexta (23), as guarnições foram acionadas pela Central Regional de Emergências para atendimento de uma criança vítima de engasgamento por conta de uma crise convulsiva.

Os pais estavam com seu filho em casa, quando após forte febre a menina começou a convulsionar, sendo que de imediato fizeram contato com as equipes de atendimento, e se deslocaram ao hospital, contudo no caminho as guarnições policiais se depararam com os pais e a criança.

De imediato a guarnição constatou que a criança estava asfixiando, pois já se encontrava com uma coloração roxa, em parada respiratória, e com a mandíbula travada, sendo necessária a realização da técnica conhecida como “Manobra de Heimlich”, uma técnica de primeiros socorros, utilizada em casos de asfixia, a qual consiste em colocar o bebê de bruços, deitado em cima do antebraço, de modo que ele fique reto e com a cabeça um pouco mais baixa que o resto do corpo, para desobstrução das vias aéreas.

O 3º Sargento Onofre, Cb Rodrigo, Sd Rafael e o Sd Brunner realizaram a técnica na criança, e em questão de segundos a menina regurgitou e voltou a respirar, sendo conduzida pela viatura policial juntamente com a mãe para o Hospital de Navegantes já fora de risco.

No hospital, após atendimento, foi informado aos policiais que os procedimentos efetuados, foram primordiais para a reanimação da criança, evitando que entrasse em óbito. Fato constado e declarado pela médica de plantão.