Em maio, mudança de bandeira deixará a conta de luz mais cara

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Agência Nacional de Energia Elétrica (ANNEL), definiu um novo reajuste na conta de energia para o mês de maio. Segundo informações, o custo será um adicional de R$ 1,00 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumido.

Maio é o mês de início da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN). Embora a previsão hidrológica para o mês indique tendência de vazões próximas à média histórica, o patamar da produção hidrelétrica já reflete a diminuição das chuvas, o que eleva o risco hidrológico (GSF) e motiva o acionamento da bandeira amarela.

Criado pela ANEEL, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.