Deu ruim, justiça embarga obra do Ferry-Boat

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

No final da tarde desta terça-feira (13), o promotor de justiça Dr. Marcio Gai Veiga juntamente com a fiscalização da prefeitura de Navegantes, embargou a obra irregular que estava sendo efetuada no Ferry-Boat.

Existem afirmações de que os terrenos onde foram construídos a rampa do ferry Boat, bem como o prédio da administração pertencem a união não havendo documento que comprovem a propriedade da empresa de travessia entre Navegantes e Itajaí.

Ainda assim a NGI Sul, estava expandindo aos olhos de quem quisesse ver, a sua propriedade. O objetivo da empresa segundo informações era de entregar estes imóveis nas mãos dos comerciantes que hoje trabalham de fronte a empresa.

Mas após a decisão (STJ), o quadro reverteu e o promotor Marcio Gai Veiga, chamou atenção do prefeito colocando a fiscalização da prefeitura para trabalhar, desta forma a obra foi embargada.