Deputado sugere que escola cívico-militar seja instalada em Itajaí

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Uma proposta do Governo Federal de implementar em 16 Estados da federação e no Distrito Federal, o modelo da escola Cívico-militar. A informação foi divulgada nesta terça-feira (01), pelo Ministério da Educação.

A prioridade é implantar nas escolas cívico-militares em unidades com estudantes em situação de vulnerabilidade social e Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) abaixo da média do estado.

Santa Catarina está entre os Estados interessados para implementar esse novo modelo de ensino. O prazo dos municípios para inscrição é de 4 a 11 de outubro.

Baseado nestas informações, o gabinete do Deputado Coronel Mocellin (PSL) se antecipou e sugeriu que a escola cívico-militar no estado catarinense fosse implementada em Itajaí. A escola sugerida pelo deputado foi a Escola Estadual Básica Prof. Ary Mascarenhas Passos, localizada no bairro São Vicente.

Em contato com o assessor do deputado, ele informou que “foi apenas uma sugestão, mas cabe a secretaria da educação do Estado avaliar se a sugestão está dentro dos padrões solicitado pelo MEC”, conta.

Implantação das escolas:

O MEC tem o objetivo de instalar 216 dessas escolas em todo o país até 2023. A iniciativa piloto, em 2020, contemplará 54 unidades Antes do lançamento do modelo do Governo Federal, o Brasil já contava com 203 escolas cívico-militares
Para o ano que vem, o orçamento do programa é de R$ 54 milhões, R$ 1 milhão por escola.

O dinheiro será investido no pagamento de pessoal nas instituições e na melhoria de infraestrutura, compra de material escolar, reformas, entre outras pequenas intervenções.