De gravata de borboleta e com uma bandeja, navegantino sustenta sua família vendendo água

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Hoje irei falar de uma pessoa que em meio a crise achou um meio de ganhar dinheiro. Douglas Castro é conhecido por vender água no centro de Navegantes, ele informa que antes de vender água, trabalhava como garçom há 12 anos.

Douglas conta que por conta da crise ele ficou desempregado, em meio as dificuldades que passava resolveu vender água próximo ao Ferry-Boat, no primeiro dia ele alega não ter vendido nenhuma água, questionamos o motivo, ele informou “eu estava de bermuda e chinelo, fiquei com vergonha de chegar até as pessoas” conta.

Foi aí que ele pensou “sempre trabalhei de uniforme, porque não vender água na rua uniformizado?” foi assim que as vendas alavancaram, “as pessoas começaram a me chamar e perguntar o que eu vendia” desde então venho sustentando a minha família através das vendas das garrafinha de água no centro da cidade.

Superação

Com gravata de borboleta Douglas ficou conhecido na cidade, sua atitude de se uniformizar e com uma bandeja oferecer água nos carros que ficam na fila acabou se diferenciando dos demais.

Exemplo

O caso de Douglas é parecido com o caso de Rick Chester, que em meio a crise foi vender água em Copacabana no RJ, após fazer um vídeo explicando como sustentava sua família, vídeo esse que viralizou no país, há sete meses atrás Rick concedeu uma palestra na Universidade de Havard, nos Estados Unidos.