Criança de 10 anos sofre uma parada cardíaca após receber vacina da Pfizer

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
O caso está sendo investigado - Foto: Divulgação.

A prefeitura de Lençois Paulista, cidade no interior de São Paulo, suspendeu, por sete dias, a vacinação de crianças de 5 a 11 contra Covid-19 após os pais de um menino de 10 anos comunicarem que ele sofreu uma parada cardíaca somente 12 horas depois de ser imunizado com a vacina pediátrica da Pfizer.

“A manifestação do Comitê acontece após uma criança de 10 anos sofrer uma parada cardíaca 12 horas após receber a dose pediátrica da vacina Pfizer. Segundo a família, a criança está estável e consciente”, informou em nota publicada em suas redes oficiais.

“O Comitê deixa claro que não existe dúvida sobre a importância da vacinação infantil, mas diante do ocorrido será dado esse prazo para o acompanhamento e monitoramento diário das 46 crianças lençoenses vacinadas até o momento. Além disso, esse prazo é necessário para aprofundamento sobre o caso de forma específica e envio de relatórios aos órgãos de controle federais e estaduais. A Secretaria de Saúde está solicitando autorização para acesso ao prontuário médico, uma vez que o atendimento ocorreu na rede privada”, declarou.

Segundo a prefeitura, “aproximadamente 12 horas após ser vacinada, uma criança apresentou alterações nos batimentos cardíacos e desmaiou segundo o relato do pai, por isso, foi levada à rede de saúde particular para atendimento profissional, onde foi reanimada. Após ser estabilizada, a criança foi transferida para o Hospital da Unimed, em Botucatu, onde permanece sob observação”, disse. 

O evento foi comunicado à Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, através da Vigilância em Saúde. A Secretaria de Estado da Saúde, por sua vez, disse que todas as vacinas aprovadas pela Anvisa são seguras e eficazes, impactando diretamente na redução de casos graves e internações por Covid-19.

Fonte: O Tempo