Criança autista de apenas 2 anos sofre maus-tratos em escola de Itajaí

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
A mãe pede justiça - Foto: Divulgação.

Amanda Fonseca fez um relato em sua rede social sobre uma agressão que sua filha autista de apenas 2 e 6 meses sofreu na CEI Valdemir de Souza, localizada no bairro Cordeiros em Itajaí.

De acordo com relatos recebidos, Amanda levou sua filha Isabelly para a escola nesta quarta (09) às 7:45 e por volta das 8h30 resolveu ligar para a escola, foi quando uma mulher chamada Barbara atendeu a ligação e pelo telefone a mãe escutou sua filha chorando.

Imediatamente ela foi até a escola para buscar a sua filha e quando ela chegou Isabelly estava desesperada aos gritos chorando. Em casa, quando foi dar banho na sua filha, Amanda encontrou um roxo no braço, ela chegou ir na escola questionar o que houve, a direção do local teria falado que a pequena teria tido “uma crise e que apenas teria a segurado para contê-la”.

O caso está ganhando grande repercussão na rede social e a mãe pede justiça.