Com o fim das eleições municipais, Covid-19 volta a ser assunto principal em Santa Catarina

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Com o inicio das eleições municipais, a Covid-19 foi deixada de lado em todo o Brasil, em Santa Catarina a situação não foi diferente. Em meio ao pleito eleitoral, os casos de Covid-19 aumentaram devido a segunda onda de contaminação.

No início das eleições o estado catarinense contabilizava mais de 200 mil casos, dois meses se passaram e passamos de 300 mil, com mais de 600 mortes registradas, chegando a 3.384 óbitos no estado. A cortina de fumaça criada deu um ar de que tudo estava bem, e mostrando que o lockdown realizado no início da pandemia só gerou prejuízo e que a intenção era desestabilizar o governo federal.

Para se ter uma ideia, só em Santa Catarina mais de 500 mil pessoas perderam o emprego, sem contar que a pandemia deu margem para a corrupção na compra milionária de respiradores fantasma que até hoje não chegaram.

Não será surpresa se cogitarem fechar o comércio novamente prejudicando ainda mais a economia e povo que precisa trabalhar.