BR-470 está fora da lista de prioridades do Governo Federal

Uma notícia vinda direto da capital brasileira está repercutindo de forma negativa na região, isso porque a duplicação da BR-470 não está na lista de prioridades do Governo Federal.

A informação veio a tona após vereadores de Navegantes irem até Brasília nesta terça-feira (23). Segundo informações divulgadas, eles estiveram em uma reunião com o Ministro da Infraestrutura e lá foram surpreendido com a notícia, para o governo nesse momento a prioridade é a duplicação da rodovia BR-282.

A BR-470 é conhecida como a  “rodovia da morte”, ela está entre as 10 rodovias com maior número de acidentes, sendo 51% deles fatais, resultado de colisões frontais. Isso acontece porque em todo o trajeto a pista é simples e qualquer ultrapassagem é arriscada.

Em 2008 o governo do ex-presidente Lula prometeu que a obra da duplicação seria entregue em 2010, logo depois passou para 2014 e agora para 2022, mas pelo que parece o novo prazo não será respeitado mais uma vez.

No ano passado o então ex-presidente Michael Temer (MDB), realizou um corte no repasse da duplicação da BR-470 no valor R$ 28.000.000,00 (vinte e oito milhões de reais), situação que prejudicou ainda mais o andamento da obra.

Entenda

Para garantir mais segurança e “agilidade”, foi desenvolvido o projeto de duplicação da BR-470/SC, em seu trecho mais crítico. Dividida em quatro lotes, a obra inicia no Porto de Navegantes (km 0,00) e vai até o município de Indaial (km 73,18).

No Lote 1 que vai de Navegantes até Luís Alves, apenas 38% da obra foi concluída até o momento.

Em Santa Catarina a rodovia tem um papel principal para o escoamento da riqueza do Vale do Itajaí, mesmo com tamanha importância que ela tem, 24 anos depois a tão sonhada duplicação custa sair do papel.

Comentários