Bolsonaro afirma, quem acha pouco R$500 reais, é só não retirar.

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Através de uma transmissão no Facebook, o presidente Jair Messias Bolsonaro comentou sobre algumas críticas na liberação do Fundo de Garantia para trabalhadores, “Tem muita gente reclamando que são apenas R$ 500, mas as condições de saque para o FGTS são 15 atualmente e o que fizemos foi colocar uma 16ª opção. Ela não é obrigatória, e quem não quiser é só não pegar e deixar o dinheiro lá”, disse.

Bolsonaro afirmou que a intenção com a medida é atingir os mais pobres. “Cerca de 80% dos que têm conta ativa do FGTS possuem menos de R$ 500 no conta e acredito que qualquer dinheiro é bem-vindo”.

O FGTS é um direito do trabalhador previsto na Constituição Federal, em seu artigo sétimo. Instituído há mais de 50 anos, seu objetivo é proteger o trabalhador. O montante só pode ser sacado em condições específicas, como em caso de demissão, compra da casa própria, na aposentadoria ou em caso de doenças graves.

Outra possibilidade é quando o governo autoriza o saque, como acaba de fazer o presidente Bolsonaro, por meio da MP 889/19. O governo afirmou com essa medida, a expectativa que seja injetado na economia este ano é de R$ 30 bilhões e R$ 10 bilhões no ano que vem.