Antes inimigos, agora melhores amigos

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

A situação do atual presidente e vereador do PSDB líder do governo Emílio não está nada legal, isso porque na última quinta-feira (13), Valmir Cesar Francisco foi preso por estar ligado a um esquema de fraudes envolvendo a Secretaria de Saneamento Básico (SESAN), que segundo consta iniciou no governo do ex-prefeito Roberto Carlos Souza, quando na época o vereador era secretário da pasta.

Em uma pesquisa realizada, foi descoberto que a denúncia do vereador Cirino do MDB poderia ser fator que colocou o atual presidente do legislativo na cadeia, denúncia essa feita na época em que o vereador era oposição ao governo.

Cirino em 2019 mudou seu posicionamento e tem sendo um aliado fiel de Emílio, há indícios que ele venha ser sucessor do atual prefeito na disputa eleitoral de 2020. Nas últimas semanas circulou uma nomeação do seu cabo eleitoral José Roberto, que assumiu um importante cargo na pasta da secretaria de obras da cidade. Cirino é outro vereador que está sendo investigado por suposto contrato superfaturado da empresa onde ele é socio-proprietário.

Agora cabe aos vereadores se irão permitir o presidente Chero exercer o mandato após ter sido preso, é fato que o atual presidente cometeu uma quebra de decoro e deve ser afastado do cargo até que as investigações se encerrem, sendo culpado poderá ter o mandato cassado, mas depende dos vereadores se irão cumprir a lei o irão fazer vista grossa do caso.