Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

Ambulante denuncia suposta ameaça sofrida pelo diretor da liga de carnaval de Navegantes

Neste sábado (21), aconteceu a abertura do carnaval 2023 de Navegantes. O evento foi aberto ao público e no local havia vendedores ambulantes trabalhando, onde um deles relatou ao portal que teria sido ameaçado pelo diretor da Liga de Carnaval de Navegantes.

Segundo informações recebidas, Thiago estava próximo à Faculdade Sinergia, quando foi impedido de vender suas bebidas por Élcio Pacheco, que teria chegado próximo do trabalhador alterado e determinando que ele se retirasse do local, caso contrário iria sofrer sérias consequências.

Thiago conta ao portal que Élcio teria dito que iria cassar o alvará do trabalhador se ele não saísse do local, com a negação do ambulante, Élcio teria tentado cobrar um valor de R$400 para que ele permanecesse no local.

Thiago conta que ele não foi o único trabalhador abordado por Élcio no evento. Essa suposta tentativa de impedimento que teria sido realizada pelo diretor da Liga Independe de carnaval de Navegantes é ilegal, nenhum ambulante devidamente documentado tem que pedir ou pagar algo para Liga de Carnaval para poder trabalhar nas vias públicas da cidade onde irão acontecer o carnaval 2023.

Essa suposta atitude de Élcio é estranha, pois a festa do carnaval 2023 está sendo bancada com dinheiro público, no qual qualquer vendedor devidamente registrado na cidade pode trabalhar sem nenhum custo adicional.

O ambulante registrou um Boletim de Ocorrência e promete tomar as medidas cabíveis por conta das ameaças sofridas.

Após a redação do portal aguardar por dois dias uma resposta do diretor da Liga de carnaval e não ter sido respondido, o advogado Rafael Fernandez enviou nesta terça-feira (24), uma resposta negando as acusações, afirmando que Élcio chegou a conversar com o ambulante, mas que em nenhum momento teria ameaçado ou cobrado algo.