Search
Close this search box.
Search
Close this search box.

93 crianças com autismo em Navegantes estão sendo prejudicadas por promessa não cumprida

Em Navegantes 93 famílias que são atendidas pela AMA (Associação dos Amigos dos Autistas) estão apreensivas por conta da promessa de um repasse da prefeitura feito no dia 4 de dezembro que até o momento não aconteceu.

Ana Paula mãe de uma menina atendida pela Ama de Navegantes, afirma que desde novembro 2019 vem notando regressão no desenvolvimento da sua filha, ela relata que a demora de uma ação por parte da prefeitura pode causar um prejuízo imenso para o desenvolvimento da sua filha que será difícil de recuperar.

Alessandra Viera presidente da Ama de Navegantes em contato com a redação do portal Abre Olho Notícias, relatou que em abril de 2018 deu entrada no processo para que pudesse ser habilitada pelo estado de Santa Catarina, para um repasse de 12 meses no valor R$14.842. Em junho de 2019 a Ama foi contemplada e o prazo para que a prefeitura fizesse apenas o contrato era de 180 dias, o tempo passou e o contrato não foi realizado, fazendo com que a AMA perdesse o convênio.

Após o jornalista Julio Bento no dia 3 de dezembro realizar uma publicação em seu perfil sobre o caso, rapidamente para tentar amenizar a situação, a prefeitura afirmou que iria realizar o repasse com recurso próprio, porém dois meses se passaram e nada da promessa sair do papel.

O valor repassado será para a contratação de Psicólogo, Fonoaudiólogo, Terapeuta ocupacional e Psiquiatra.

Em resposta a secretária da saúde Claudete Hermógenes fez outra promessa afirmando que até fevereiro o repasse será realizado.